Páginas

domingo, 11 de dezembro de 2016

TEMER E ALCKMIN EM DELAÇÃO DA ODEBRECHT


Foto: Divulgação
A chamada “delação do fim do mundo”, acordo assinado por 77 executivos da empreiteira Odebrecht, já começa a fazer suas vítimas. Pelo menos é o que vazou nessa sexta (9) para imprensa. Um dos tucanos mais cotados para a sucessão presidencial, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin foi o primeiro. Segundo reportagem da edição dessa sexta do jornal Folha de S. Paulo, foi relatado a investigadores o “pagamento de caixa dois, em dinheiro vivo”, às campanhas de Alckmin em 2010 e 2014. Já a revista Veja informou que em outra delação que o presidente Michel Temer pediu R$ 10 milhões ao empreiteiro Marcelo Odebrecht em 2014.

Executivos da Odebrecht, segundo o jornal, teriam mencionado “duas pessoas próximas ao governador como intermediários dos repasses” de recursos. Eles afirmam, contudo, que não teriam discutido o tema diretamente com o tucano.

Em sua delação, a empreiteira relata repasse, em 2010, de R$ 2 milhões em dinheiro vivo ao empresário Adhemar Ribeiro, irmão da primeira-dama, Lu Alckmin. Já em 2014, um dos operadores do caixa dois, segundo a Odebrecht, foi Marcos Monteiro, “político de confiança de Alckmin” e hoje secretário de Planejamento do governo de São Paulo.

Alckmin tem sido associado ao codinome “santo” que aparece nas planilhas de propina da Odebrecht apreendidas pela Polícia Federal. Nas planilhas, constam políticos da região como os prefeitos de Campos, Rosinha Garotinho (PR); de Macaé, Dr. Aluizio (PMDB); e de Rio das Ostras, Alcebíades Sabino. Também estão na lista o ex-governador Anthony Garotinho (PR), o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) e o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), entre outros políticos fluminenses.

Procurado pelo jornal, Alckmin disse, por meio de sua assessoria, que “é prematura qualquer conclusão com base em informações vazadas de delações não homologadas”.

Temer — No caso de Temer, segundo o delator, os R$ 10 milhões foram pagos em dinheiro vivo ao braço direito do presidente, o ministro chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. O dinheiro também teria sido repassado ao assessor especial do peemedebista, José Yunes, seu amigo há 50 anos. Procurado, o Palácio do Planalto afirmou que não vai comentar.

Procurado pela imprensa, o Planalto afirmou que não vai comentar. 

Folha da Manhã(A.N.A.) (A.N.) 

PAÍS TEM QUASE 9 MIL NOVOS CASOS DE CHIKUNGUNYA EM 4 SEMANAS

mosquito
Foto: Divulgação
O Brasil registrou um aumento de 8.877 casos de chikungunya em quatro semanas, de acordo com dados apresentados nesta quinta-feira, 8, pelo Ministério da Saúde. Até agora, foram contabilizados 259.928 casos da infecção, com 138 mortes suspeitas. O número é cerca de 10 vezes maior do que o que havia sido contabilizado no ano passado.
Os indicadores de dengue também subiram no último mês, mas de forma menos expressiva. Em cinco semanas, o salto foi de 17.585 casos, passado de 1458.355 para 1.475.940 infecções prováveis, com 601 mortes confirmadas.
Os números apresentados pelo Ministério da Saúde mostram que o comportamento da chikungunya é bem diferente do que foi registrado com a zika, doença que provocou neste ano 210.897 casos suspeitos. No caso da zika, houve uma explosão da epidemia nos primeiros meses do ano, com pico de casos registrados em março. A queda do número de casos, porém, veio quase tão rapidamente quanto a expansão. A partir de abril, os números começaram a cair de forma expressiva atingindo patamares pouco expressivos a partir de julho.
No caso da chikungunya, no entanto, a doença se mostrou muito mais persistente. Neste ano, os casos atingiram o ápice em fevereiro e até maio, embora uma queda tivesse sido registrada, o número de novos casos ainda era bastante significativo.
Até agora, foram identificados 16.763 casos prováveis de zika entre gestantes no Brasil. Desse total, 10.608 foram confirmados. A maior parte das gestantes reside nos Estados de São Paulo, Rio, Minas, Bahia e Mato Grosso. A confirmação de zika durante a gravidez, no entanto, não significa que os bebês nascerão com síndrome congênita provocada pela infecção. Não há ainda dados que indiquem qual o risco real de o bebê se contaminar pelo vírus durante a gestação e nascer com a síndrome.
O número de casos de microcefalia identificados até o momento indicam estabilidade. “Não registramos um aumento de nascimentos com bebês com a síndrome. Pelo contrário. Em comparação com números apresentados ano passado, houve uma redução significativa”, afirmou Eduardo Hage, do departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde.
Até 26 de novembro, foram notificados 10.342 casos suspeitos, acumulados durante 2015 e 2016, em todo o País. De setembro a novembro, por exemplo, o número de casos suspeitos da má-formação subiram de 743 para 830 no Rio e de 696 para 820 em São Paulo. Um crescimento pequeno, sobretudo quando se leva em consideração a população em cada um desses dois Estados.
O Estadão Conteúdo/Campos 24 Horas.




REFORMA DA PREVIDÊNCIA: PENSÕES POR MORTE PODEM FICAR MENORES DO QUE O SALÁRIO MÍNIMO

previdencia
Foto: Divulgação
A proposta de reforma da Previdência enviada pelo governo federal ao Congresso Nacional, nesta semana, permitirá que as pensões por morte sejam menores do que um salário mínimo, atualmente de R$ 880. Também, de acordo com as regras, ficará mais difícil obter o valor integral do benefício. Hoje, tanto em aposentadorias quanto em pensões por morte, o valor do benefício não pode ser inferior ao piso nacional. A viúva também recebe o valor integral da aposentadoria que o marido recebia ou teria direito.
A reforma, caso seja aprovada, mudará totalmente as regras. Além de desvincular a pensão por morte do salário mínimo, o texto estabelece um novo cálculo para chegar ao valor do benefício. Desta forma, passará a ser calculado considerando o número de dependentes que o segurado deixou.
Segundo o governo federal, a pensão corresponderá a 50% do valor que o segurado que morreu recebia (ou teria direito se fosse aposentado), mais um adicional de 10% para cada dependente, incluindo a mulher.
— O governo já tentou implementar estas mudanças no ano passado (ainda no governo Dilma Rousseff), porém, não conseguiu, porque são regras muito duras. A questão deverá enfrentar, novamente, muita resistência no Congresso, pois pagar um benefício abaixo do salário mínimo fere a dignidade de pessoas que dependem do dinheiro para sobreviver — disse Luiz Felipe Pereira Veríssimo, especialista do Instituto de Estudos Previdenciários (Ieprev).
Campos 24 Horas.

TEMPORAL CAUSA ESTRAGOS NA REGIÃO

chuva10
f91c008c-ff86-4d09-b1ab-22ae96b30654
chuva101
Foto: SF Notícias
Ruas em várias cidades da região amanheceram alagadas neste sábado (10) por conta das fortes chuvas que atingiram os municípios. Em Itaocara, as principais avenidas foram tomadas pela água do Córrego Santo Antônio, que corta o bairro de Caxias e acabou transbordando.
Alguns moradores foram surpreendidos durante a madrugada com a água que acabou invadindo residências e comércios. Em alguns pontos, a água chegou a altura de um metro. A Defesa Civil, que está empenhada trabalhando na cidade, informou que o bairro mais atingido foi o de Caetá, seguido de Adalvone, Caxias e o Centro.
Temporal atinge Aperibé, Pádua e Varre Sai 
As fortes chuvas da noite desta sexta-feira (10) também atingiram as cidades de Aperibé, Santo Antônio de Pádua e Varre Sai, onde a chuva atingiu a marca de 135,5mm.
Na localidade conhecida como Morro Alto, houve um deslizamento de terro que precisou interditar a RJ-116 nos dois sentidos.
Em Pádua e Aperibé a chuva forte durou cerca de duas horas, o suficiente para deixar ruas dos bairros Dezessete e Cidade Nova completamente alagadas e ainda um trecho da RJ-186.
Equipes da Defesa Civil dos municípios estão trabalhando e não há registros de nenhum ferido.
Campos 24 Horas.



SERVIDOR: SALÁRIO DE NOVEMBRO DEVE SAIR APÓS DIA 20

DINHEIRO
Imagem/Ilustrativa
Os salários de novembro do funcionalismo estadual só devem começar a ser pagos depois do dia 20 deste mês. Segundo o secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, a prioridade, a partir da semana que vem, é fazer os repasses de duodécimos (ao Legislativo e Judiciário). Em seguida, serão iniciados os créditos do Executivo.
A medida, no entanto, não inclui servidores da Educação e da Segurança, que receberão seus vencimentos na semana que vem. Mas, ainda assim, a expectativa é de que o crédito dessas categorias não sejam feitos no 10º dia útil, que cairá na quarta (14).
“Depois do pagamento do duodécimo a gente inicia os pagamentos de novembro”, afirmou ontem o secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, após reunião da Comissão de Orçamento da Alerj.
O estado tem que fazer o repasse do duodécimo ao Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), Alerj, Ministério Público e Defensoria até o dia 20 do mês corrente por ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.
Barbosa também voltou a afirmar que o salário do Executivo será pago em parcelas, mas não disse em quantas vezes. “Ainda estamos avaliando. Fiquei com o caixa bloqueado desde o dia 17. O estado não teve acesso ao caixa desde esse dia”, complementou o secretário.
Recursos em caixa
A ordem do STF é de que o duodécimo seja pago até o dia 20. Mas para isso o estado precisará ter em breve recursos em caixa para fazer os repasses. E, segundo fontes, diante das dificuldades de quitar a folha, não há previsão de que o governo pague os duodécimos e logo em seguida já pague os servidores do Executivo, exceto os da Segurança e da Educação.
Informações Campos 24 Horas

sábado, 10 de dezembro de 2016

CHUVA EM VARRE-SAI SUPEROU A MARCA DE 135 MILÍMETROS, AFIRMA DEFESA CIVIL

05
04
De acordo com informações da Defesa Civil de Varre-Sai, entre as 22h desta sexta-feira (09) e às 7h deste sábado (10), choveu 135 milímetros no município, ocasionando diversas ocorrências de quedas de barreiras e pequenos deslizamentos de encostas, sem maior gravidade. A RJ 214 ,na entrada da cidade, por exemplo, chegou a ficar obstruída por horas, mas o barro e galhos já foram removidos com o uso de máquinas e o trânsito flui normalmente.

Da redação da Rádio Natividade


ASFALTO DA ES-482 CEDE E CARRO CAI EM CRATERA EM CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM




Foto: Internauta
Parte da pista da ES-482, em  Cachoeiro de Itapemirim, Sul do Espírito Santo, cedeu no fim da tarde deste sábado (10) formando uma grande cratera. Segundo a polícia, um carro caiu no buraco, mas a informação inicial é de que ninguém ficou ferido gravemente.
O local onde o asfalto cedeu faz parte do trecho que liga Cachoeiro de Itapemirim a Alegre, na altura de Morro Grande.

O Corpo de Bombeiros informou que duas pessoas estavam no carro que caiu. Elas foram socorridas e levadas para a Santa Casa de Cachoeiro de Itapemirim.

A rodovia foi totalmente interditada na área, desde o trevo entre os bairros Aeroporto e BNH até as proximidades de Morro Grande.
No local também existe uma tubulação exposta que pode ser de gás, portanto há perigo de vazamento. Uma equipe técnica foi para o local para resolver o problema.
Até às 19h40, ainda não havia informações sobre o que seria feito e quando alguma parte do trecho interditado seria liberado.

G1/ES





DELATOR DA ODEBRECHT CITA CAIXA DOIS PARA PEZÃO, PAES, GAROTINHO E LINDBERGH

Revista Veja detalha doações de caixa 2 para políticos do Rio, que negam e apresentam suas versões; confira
A delação premiada de Leandro Azevedo, superintendente da Odebrecht no Rio, envolve os nomes das principais lideranças políticas do estado. Segundo a revista “Veja” deste final de semana, Azevedo detalhou doações de caixa dois para o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), o prefeito Eduardo Paes (PMDB), o senador Lindbergh Farias (PT) e para o ex-governador Anthony Garotinho (PR) e sua mulher, Rosinha, também do PR.
De acordo com a publicação, Pezão teria recebido R$ 23,6 milhões em espécie e 800 mil euros no exterior durante a campanha de 2014. Em troca, diz a “Veja”, o governador ajudaria na liberação de verbas para a empreiteira.
“Os pagamentos em dinheiro vivo foram feitos na prole, do marqueteiro Renato Pereira. A conta no exterior, no Banif, também era da agência”, revela a revista.
Em relação ao prefeito Eduardo Paes, o esquema seria parecido. A entrega do dinheiro também seria feita na sede da Prole, de acordo com a delação de Azevedo. Já os depósitos no exterior teriam sido feitos nas agências do Banif e do J.P. Morgan. Os valores revelados pelo delator apontam que a campanha de Paes recebera R$ 11,6 milhões no Brasil e US$ 5,7 milhões no exterior.
Já o senador Lindbergh, apontado por Azevedo pelo codinome de ‘Feio”, teria recebido R$ 3,2 milhões na forma de caixa dois em suas campanhas. O dinheiro seria entregue no escritório dele no Rio.
Azevedo contou também que Garotinho e sua mulher, Rosinha, teriam recebido R$ 9,5 milhões em três eleições. Os pagamentos, disse o delator, teriam acontecido no escritório do ex-governador. “Ele mesmo reclamava quando (os pagamentos) atrasavam”, diz a revista, citando trecho da delação de Azevedo.
Políticos negam
Por meio de sua assessoria, o governador Luiz Fernando Pezão disse que não comentaria informações vazadas e declarações consideradas por ele “seletivas”. Todas as doações de campanha, segundo a assessoria, foram aprovadas pela Justiça eleitoral.
Também por intermédio de sua assessoria, o prefeito Eduardo Paes informou que não comentaria informações baseadas em vazamentos de supostas delações não homologadas. “De qualquer maneira, ele nega que tenha praticado ou autorizado qualquer ato ilegal para arrecadação de fundos da sua campanha à reeleição em 2012”, diz a nota, salientando ainda que “todas as doações foram oficiais, feitas dentro da lei e suas contas de campanha foram aprovadas pela justiça eleitoral”.
O senador Lindbergh Farias não foi encontrado para responder sobre a delação.
Garotinho divulga nota em seu blog
A revista Veja, na coluna Radar, afirma que na delação premiada do diretor da Odebrecht Leandro Azevedo, vários políticos do Rio, entre eles eu, teriam recebido dinheiro ilegal da empresa. Sempre mantive com o senhor Leandro Azevedo e outros diretores da empreiteira uma relação respeitosa e republicana, mas não posso deixar sem resposta o que ele teria dito, que a Veja publica na sua edição deste final de semana. No caso de Pezão, Eduardo Paes e outros políticos, ele sempre afirma que pagou parte em dinheiro e outra parte em contas no exterior, citando inclusive os países e as contas. No meu caso ele não faz isso. Gostaria, em nome do respeito que todas as pessoas merecem, que se o senhor Leandro Azevedo fez qualquer depósito em contas que eu teria no exterior, como relatou de outros políticos, que informe o país, o banco e número da conta que teria depositado dinheiro em meu nome ou de Rosinha, como a matéria da Veja insinua. Sinta-se à vontade para dizer os valores que teriam sido depositados nas referidas contas, que ele não dirá porque não existem. Quanto às doações legais que ele disse ter feito, existem recibos eleitorais, comprovantes de gastos da campanha e abertura e fechamento da conta eleitoral no Itaú, na cidade do Rio de Janeiro. Entendo o momento difícil que a empresa vive, assim como as demais empresas envolvidas em denúncias de corrupção. Mas querer me comparar a Sérgio Cabral ou outros políticos que usam o governo para enriquecimento pessoal não é justo, nem muito menos verdadeiro. Ele diz também que acha que o contrato para a construção de casas do projeto Morar Feliz, em Campos, foi direcionado para a empresa. Deve pedir aos seus advogados, do escritório Ferreira Pinto, Cordeiro, Santos e Maia, explicações sobre o contencioso existente na Justiça entre a Prefeitura de Campos, administrada por Rosinha e a Odebrecht. Só posso encarar a declaração do doutor Leandro no âmbito do ressentimento. A Prefeitura rescindiu esse contrato unilateralmente após um longo processo administrativo onde a empreiteira tenta receber mais de R$ 30 milhões. A prefeitura não paga por entender que não é devido, pois foge aos preceitos da lei 8.666. Tudo que estou afirmando aqui posso comprovar através de farta documentação existente dentro dos processos da Prefeitura contra a Odebrecht e vice-versa. Aliás abaixo mostro trecho do documento onde a empresa aciona a prefeitura judicialmente.
Delação premiada não pode nem deve servir para cobranças de faturas de obras onde existam divergência entre as partes, muito menos para vingança. Para isso existem as esferas competentes.
Por algumas vezes que me encontrei com o doutor Leandro ou outros diretores da Odebrecht, eles próprios diziam ter saudades do meu governo em relação ao governo Cabral, onde diziam que eram extorquidos a cada fatura que recebiam.
O que a Veja fez, me perdoe o jornalista, não é jornalismo. Querer colocar o denunciante, que há quase 10 anos vem combatendo a corrupção no Estado no mesmo patamar dos que praticaram atos de improbidade só pode interessar a quem não deseja que ao final das apurações o joio esteja separado do trigo.

Fonte: Site de O Globo

ÔNIBUS É INTERCEPTADO COM ENTORPECENTE NA CHEGADA DE BOM JESUS DO ITABAPOANA

Após receberem denúncia anônima, militares da 2ª Companhia do 29º BPM interceptaram na madrugada desta sexta-feira (09), um ônibus na Avenida Geraldo Magela, no bairro Asa Branca, Bom Jesus do Itabapoana.
A informação dava conta de que um dos passageiros estaria transportando entorpecentes. Ao realizarem buscas no interior do coletivo, foram localizados no compartimento de bagagem, sete buchas de maconha, não sendo possível, no entanto, identificar o responsável pelo material. O registro da ocorrência seguiu para a 144ª Delegacia.

Da redação da Rádio Natividade

HOMEM 'DESCOBRE' R$ 5 MILHÕES EM CONTA, GASTA COM CARROS E STRIPPERS E É PROCESSADO POR BANCO




Um australiano teve uma enorme reviravolta em sua vida após descobrir que, do dia para a noite, tinha cerca de 1,2 milhão de libras (aproximadamente R$ 5 milhões) em sua conta corrente. Sem pensar duas vezes, o homem gastou todo o dinheiro em carros esportivos, strippers e objetos de colecionador, mas acabou preso e processado pelo banco.
Luke Moore, de 29 anos, morador de New South Wales, estava desempregado e levava uma vida mediana, quando consultou o saldo da conta bancária e se descobriu milionário, graças a um erro do sistema. Imediatamente o homem começou a gastar o dinheiro, comprou três carros esportivos, incluindo um Maserati, avaliado em R$ 127 mil, um Aston Martin, avaliado em R$ 255 mil e um Alfa Romeo, além de um barco e diversos itens colecionáveis como um fresbee autografado por Amy Winehouse e imagens assinadas por Bob Dylan, Led Zeppelin e Guns N' Roses.
A vida de luxo e gastos ia bem até que o banco se deu conta do erro e processou o homem. Em 2015, Luke foi condenado a dois anos de prisão, mas foi diagnosticado com transtorno de bipolaridade e conseguiu a absolvição. O tribunal local entendeu que o homem seria incapaz de enganar o sistema e, embora tenha agido de forma desonesta, não teria motivos para mantê-lo preso.

EXTRA

DONO DE SUPERMERCADO É PRESO POR RECEPTAÇÃO EM ITAPERUNA

No dia 19/11/2016, sábado, por volta das 10h, estavam de plantão na delegacia de policia de Itaperuna/RJ os Policiais Civis GUILHERME e JOSE RILION, quando chegou o motorista e um responsável pela transportadora informando que no dia 12/11/2016, sábado, o motorista teria vindo até esta cidade para entregar uma carga de carne e que teria apresentado o endereço ao chapa e o mesmo levou o motorista até o local onde foi entregue a mercadoria, informando ainda que o chapa já seria um chapa cadastrado pela empresa, e que há uns dias depois recebeu ligação da empresa da carne informando que o cliente desta cidade havia entrado em contato com a empresa e informado que não havia recebido a mercadoria. O motorista relata que é de São Paulo e teria sido a primeira vez que vinha até esta cidade, portanto não conhece nada. Relatou o motorista que no dia 12/11/2016 entrou em contato com o chapa e pediu para que o mesmo se dirigisse até a cidade de Muriae/MG, pois teria que fazer algumas entregas no caminho até esta cidade.
Relata o motorista que ao chegar nesta cidade o chapa o levou até um supermercado e lá teria descarregado a mercadoria, informando também que teria ficado dentro do caminhão e que teria visto a mercadoria entrando no mercado, porém como não conhece a cidade não sabia informar o nome do mercado e nem sua localização. Ao informar a situação na delegacia para os policiais civis GUILHERME e JOSE RILION, os mesmos perguntaram se o caminhão não teria rastreador que pudesse informar a localização da entrega, tendo o responsável pela transportadora respondido que sim e que iria providenciar as informações retornando assim após o almoço. Quando foi mais ou menos 15h retornou a delegacia o motorista do caminhão e o representante da transportadora em posse dos documentos do GPS e informando que teriam passado no local que mostrava no GPS e que o motorista tinha reconhecido o local como sendo onde teria descarregado a mercadoria. Diante das informações os policiais civis GUILHERME e JOSE RILION foram até o local para averiguar e ver se realmente havia sido entregue a carga de carne, se tratando o local do MERCADO BRAGA, situado no bairro CEHAB desta cidade. Ao chegar ao local GUILHERME e JOSE RILION pediram aos funcionários do mercado para falar com o gerente ou proprietário, tendo sido informado onde estaria o proprietário e já visualizando o mesmo. O proprietário se chamava VINICIUS e ao informar o mesmo sobre o motivo pelo qual estavam em seu mercado este aparentou ter ficado assustado, meio sei saber o que falar. Perguntado a VINICIUS sobre o carregamento de carne o mesmo disse que teria um rapaz responsável pelo recebimento da mercadoria, portanto não saberia informar e disse que iria localizar o rapaz para dar informação, pegando assim o seu telefone celular e saindo do local. Um tempo depois ninguém apareceu e VINICIUS, que continuava aparentemente assustado, informou que costuma guardar algumas mercadorias para conhecidos no seu estabelecimento. Foi perguntado a VINICIUS onde seria o local em que guardava as carnes do mercado e o mesmo de imediato levou os policiais até o local e lá chegando mostrou uma porta onde estariam as carnes. O representante da transportadora já havia informado que aquele estabelecimento não era cliente da mercadoria e que qualquer carne que fosse encontrada com a marca BOI BRASIL não deveria estar ali. Ao entrar no local que se encontravam as carnes Vinicius mostrou uma das portas e disse que ali estavam as carnes do mercado, porém nada foi encontrado nesta repartição, momento em que GUILHERME olhou para o outro lado e havia uma porta aberta e que dentro da mesma se constatou a presença de 57 caixas, pesando entre 20 a 25kg, de carne da marca BOI BRASIL. Foi feito contato com o funcionário, que seria o responsável pelo recebimento da carne, e o mesmo informou que VINICIUS é um bobão e que o mesmo guardava mercadorias para alguns conhecidos quando esses pediam. Vinicius informou que teria guardado para o chapa, vulgo CAGÃO, e que o mesmo teria dito que voltaria para pegar. Foi constatado por GUILHERME que a mercadoria estava sendo vendida, visto que um funcionário foi até o local e pegou uma carne e GUILHERME perguntou por que o mesmo estava pegando a carne e este informou que seria para vender. Também foi encontrada uma caixa vazia da marca Boi Brasil jogada em um canto do estabelecimento. O representante da transportadora, juntamente com o policial GUILHERME, verificaram o código de barra existente em alguns caixas da mercadoria e constataram que se tratava da mercadoria que estavam procurando. Diante dos fatos, devido à grande quantidade de mercadoria e da impossibilidade do representante da transportadora retirar a mercadoria do local, foi solicitado auxilio a policia militar para preservar o local até a sua devida retirada, tendo sido conduzido VINICIUS e o funcionário responsável pelo recebimento da mercadoria até a delegacia de Itaperuna. Acionado o Delegado de plantão, foi lavrado o respectivo Auto de Prisão em Flagrante e o nacional Vinícius foi autuado em flagrante pelo crime do art. 180, parágrafo primeiro do CP e recolhido a casa de custódia de Itaperuna.

Fonte: Blog do Nino Bellieny/Imagem meramente ilustrativa

NOITE PORTUGUESA NO ROTARY CLUB DE BOM JESUS DO ITABAPOANA-CONFIRA ALGUMAS FOTOS DO EVENTO




























Foto: Divulgação/Rotary Club de Bom Jesus do Itabapoana
O Rotary Club e a Casa da Amizade Bom Jesus realizaram com sucesso na noite desta sexta-feira (9/12) em sua Sede Noite Portuguesa- Bacalhau- em benefício das Obras Sociais do Rotary Club e Fundação São José. 
Divulgação/Rotary Club

Blog do Jailton da Penha JDP

MENDIGO DE CAMPOS É MORTO A FACADAS ENQUANTO DORMIA NA RODOVIÁRIA DO CENTRO

Um morador de rua, que ainda não foi identificado, foi morto a facadas na madrugada deste sábado (10), na Rodoviária Roberto da Silveira, no Centro de Campos. O homem, que seria usuário de drogas, foi esfaqueado várias vezes enquanto dormia.
De acordo com a Polícia Militar, testemunhas que presenciaram o crime, contaram que a vítima foi morta por outro moradores de rua. A briga teria sido motivado por causa de crack.
“Após desferir vários golpes no corpo do mendigo, o outro morador de rua, visivelmente drogado, saiu correndo e gritando. Uma cena horrível bem no Centro de Campos”, contou um passageiro.
A PM fez buscas na tentativa de localizar o suspeito, mas ele não foi encontrado. O corpo da vítima foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Campos.

NOTÍCIA URBANA